domingo, 9 de março de 2014

Sempre alerta!

“Ficarei no meu posto de sentinela e tomarei posição sobre as muralhas; aguardarei para ver o que o Senhor me dirá, e que resposta terei à minha queixa.” (Hc. 2.1 - NVI)

A declaração do profeta quanto à resposta divina nos revela algo maior que sua fé, pois são palavras ditas em momento de grande tensão em todo povo de Judá, Deus estaria revelando sua justiça usando um povo de fora e isso era aterrorizante aos olhos do profeta.

Estar em momentos de grande aflição e ainda assim declarar tais palavras nos eleva um nível superior de intimidade com Deus, vemos isso no profeta Habacuque e podemos ficar pasmos ao ler suas reivindicações nos versículos anteriores, tais como sua reclamação sobre a injustiça social de sua época: “Teus olhos são tão puros que não suportam ver o mal; não podes tolerar a maldade. Então, porque toleras os perversos? Por que ficas calado enquanto os ímpios devoram os que são mais justos que eles?” (1.13 NVI).

Certamente eram dias difíceis, talvez como os nossos onde vemos tais fatos nos telejornais, em nossa comunidade ou até mesmo em nossa família e igreja, os ímpios parecem prosperar mais que os justos causando uma desigualdade social tremendamente angustiante , mas onde está Deus? Porque ele não intervém nestes assuntos? Esta é a cerne da questão de Habacuque, creio ser a de nossa época também. Questionar a Deus e aguardar com paciência por uma resposta pode nos fazer não apenas ser atendidos, mas conhecer o plano de Deus para toda criação, incluindo nós mesmos. Por sua espera Deus o respondeu, por sua paciência ele lhe mostrou seus planos abrindo a mente do profeta para alguns dos problemas sociais de sua época, tais problemas se parecem muito com nossos dias, como veremos abaixo.

1 – “Eis inflado de orgulho aquele cuja alma não é reta, mas o justo viverá por sua fidelidade” (V2.4 BJ).  Nenhuma conquista do ímpio ou injusto lhe garante segurança como a que Deus propõe ao profeta, sabemos que todos serão julgados e receberão daquilo que plantaram, como o que o ímpio se defenderá quando chegar ao tribunal com suas “coisas” roubadas ou conquistadas com a injustiça? Quem os julga é aquele que vê tudo, mas o justo tem sua segurança em Deus através de sua fé. Por um momento os ímpios e injustos prosperam, mas chegará o dia, ainda em Terra de suas obras serem expostas e condenadas.

2 – “Ai daquele que ajunta ganhos injustos para sua casa” (v.9) “Ai daquele que constrói uma cidade com sangue e funda uma capital com injustiça” (v.12) A injustiça havia chegado ao nível máximo, a ponto de toda sociedade estar impregnada por esse terrível mal, a corrupção e a maldade usadas para conseguir riquezas era um dos problemas mais citados pelo profeta eu aparentemente sofria com tais atos. A sentença para tais atos é clara e vista em nossos dias “todo trabalho forçado dos povos que você conquistou não vai adiantar nada, e o que eles construíram vai ser destruído pelo fogo. Foi o Senhor todo-poderoso quem fez isso” (v.13b NTLH). Viver de forma digna e responsável garante que ao contrário dos ímpios sejamos abençoados por nossas obras, ainda que demorem mais, tais obras serão aprovadas e uma benção na vida daquele que as conquistou.

3 – “Ai de você, pois dá ao seu companheiro vinho misturado com drogas…” (v.15 NTLH) “Ai daquele que diz a madeira: “Desperta!”; À pedra silenciosa: “Acorda!”; Ela ensinará!” (v.19 BJ) A indução ao erro como visto no versículo 15 e a idolatria v.19 são alguns dos problemas que levam a sociedade a enfrentarem problemas quanto ao crescimento do pecado, da desigualdade e miséria de todo um povo justo. Tais pessoas crescem e se contaminam com erros, idolatria e induzem outros aos mesmos crimes contra Deus.

Diante de tanta injustiça, precisamos estar atentos para ouvir a voz de Deus em meio ao caos e aos problemas sociais, porque Deus se faz ouvir também no meio de ímpios, seus crimes e conclusões sempre mostram que a justiça de Deus prevalece e será reta para sempre.

Em nossa sociedade temos os mesmos problemas, às vezes me parece ter sido escrito hoje tais palavras, certamente o erro humano esta impregnado na sociedade a séculos e tem feito muitas pessoas sofrerem por isso, mas a justiça de Deus sempre se revela sobre os ímpios e justos, Deus não fica em silencio como alguns acreditam, somos nós que paramos de ouvir sua voz por estarmos preocupados demais com tais problemas sociais a ponto de não pararmos para ouvir sua voz, diante de tal situação, firmemos nossa esperança em Deus e nossas orações em Cristo Jesus, capaz de nos responder à tempo oportuno e nos consolar enquanto caminhamos por esta terra construída com desigualdade social e sangue inocente, cientes de que Deus não deixa nem um fio de cabelo cair sem que sua vontade se manifeste sobre ele.


Busque a justiça, creia em Deus e aguarde sua resposta!

Ratings and Recommendations by outbrain