domingo, 9 de janeiro de 2011

Conhecendo o Guia para Viver Bem!

PROVÉRBIOS
[para dar aos simples prudência e aos jovens, conhecimento e bom siso.]

Texto Básico: Provérbios 1.2-7
Texto Devocional: 1º Coríntios 1.18-25

[Existem dois tipos de sábios, aqueles que temem ao Senhor e os que não o temem, Salomão nos diz que provérbios nos ajuda crescer em sabedoria, mas adverte que: “O temor do SENHOR é o princípio do saber” (Pv 1.7).

[De fato, aqueles que não temem ao Senhor, não entendem seus mistérios, pois vivem da carne e não do espírito, a versão NTLH de 1º Coríntios 1.21 nos fala que Deus não permitiu que o conhecessem de acordo com a sabedoria humana e salvará aqueles que creram no seu evangelho chamado por muito de loucura, seria este o fato que não permite que a ciência nunca encontre Deus? Provavelmente aqueles que procuram ser sábios por si próprio e não pelo temor a Deus estão sempre se afastando do Senhor. “Pois Deus, na sua sabedoria, não deixou que os seres humanos o conhecessem por meio da sabedoria deles. Pelo contrário, resolveu salvar aqueles que crêem e fez isso por meio da mensagem que anunciamos, a qual é chamada de “louca”.]

Existe diferença entre ciência e sabedoria?

Sabedoria: Grande fundo de conhecimentos; Saber; Qualidade de sabedor; Prudência; Ciência; Razão. ¹

Ciência: Conjunto de conhecimentos fundados sobre princípios certos. ¹

Um antigo escritor disse: “há uma diferença entre ciência e sabedoria. Ciência é o conhecimento, enquanto Sabedoria é o uso correto desse conhecimento.”²

O livro Provérbios, ainda hoje marca muito a vida de quem estuda a Bíblia sob a luz do Espírito Santo, é de fácil entendimento e trata de questões do dia-a-dia como, por exemplo: Crimes e violência, fiança precipitada, ociosidade, duplicidade e falsidade, impureza sexual, dá a entender ser um livro para jovens, porém no versículo cinco do primeiro capítulo, a parte B, diz assim: “e o instruído adquira habilidade”. Na versão NTLH o texto diz sobre dar melhor entendimento aos que já possuem sabedoria. Porém nada é válido se não for aplicado à vida pessoal, nenhum conhecimento possuí valor apenas para outras pessoas, tem que começar em si mesmo.

“A sabedoria começa com o temor de Deus, é verdade, mas se reflete em uma conduta reta e amorosa para com os semelhantes. Ela é prática e vivencial.”3

Quem escreveu Provérbios

É bem aceitável que o livro Provérbios tenha sido escrito em partes por escritores diferentes, no livro encontramos vários autores: os sábios, homens de Ezequias, Agur filho de Jaqué, Rei Lemuel e o mais conhecido, Salomão.
É provável que o livro tenha sido colecionado e montado como toda a Bíblia. Sua data é quase desconhecida, mas estima-se que tenha sido completado antes do tempo de Ezequias (715-666 a.c). ³

Os Sábios - Provérbios 22.17 / 24.23
Os homens de Agur - Provérbios 25.1
Agur, filho de Jaqué, da tribo de Massá - Provérbios 30
Rei Lemuel - Provérbios 31
Salomão - Vários distribuídos pelo livro

O grande livro de Sabedoria

O livro provérbios é composto de grandes conselhos para uma vida reta e oferece uma grande quantidade de respostas sábias para vários senão todos os questionamentos da vida, assim como é comentado na revista “Um guia para viver Bem”: Os provérbios revelam a sabedoria dos antigos mestres israelitas sobre o que a pessoa deve fazer em certas situações para que viva bem.3

O Reflexo de Provérbios em Israel

“Salomão iniciou seu reinado no altar, fazendo sacrifícios ao Senhor e pedindo-lhe sabedoria, mas não continuou dessa forma.”4

Uma pergunta que deve ter corrido por toda Israel: Como um Rei que pede sabedoria ao Senhor perde tudo após alcançá-la?
Salomão mesmo sendo sábio cometeu todos os erros que foram advertidas em Deuteronômio 17.14-20.
A Eleição e os Deveres de um Rei
14Quando entrares na terra que te dá o Senhor, teu Deus, e a possuíres, e nela habitares, e disseres: Estabelecerei sobre mim um rei, como todas as nações que se acham em redor de mim, 15estabelecerás, com efeito, sobre ti como rei aquele que o Senhor, teu Deus, escolher; homem estranho, que não seja dentre os teus irmãos, não estabelecerás sobre ti, e sim um dentre eles. 16Porém este não multiplicará para si cavalos, nem fará voltar o povo ao Egito, para multiplicar cavalos; pois o Senhor vos disse: Nunca mais voltareis por este caminho. 17Tampouco para si multiplicará mulheres, para que o seu coração se não desvie; nem multiplicará muito para si prata ou ouro. 18Também, quando se assentar no trono do seu reino, escreverá para si um traslado desta lei num livro, do que está diante dos levitas sacerdotes. 19E o terá consigo e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer o Senhor, seu Deus, a fim de guardar todas as palavras desta lei e estes estatutos, para os cumprir. 20Isto fará para que o seu coração não se eleve sobre os seus irmãos e não se aparte do mandamento, nem para a direita nem para a esquerda; de sorte que prolongue os dias no seu reino, ele e seus filhos no meio de Israel. (ARA)
Este fato reflete que conhecer a verdade e não aplicá-la em sua vida demonstra falta de temor ao Senhor, pois conhecendo a verdade conhecemos todos os riscos que corremos ao ignorá-la ou desvalorizá-la, este fato causa grande impacto na sociedade que passa a crer que todo cristão é hipócrita, assim todos pagam pela falta de responsabilidade de pessoas que ainda não tomaram um posicionamento verdadeiro em relação a Deus.
Porém temos de levar em consideração o fato de que pessoas erram e por isso não podemos generalizar como se todos os casos são iguais.

O reflexo de Provérbios no Novo Testamento

Existem diversos provérbios citados no novo testamento, Jesus cita de forma bem clara em Mateus 7.24-27 quando ensina sobre os dois alicerces citando um trecho de provérbios que se encontra em Provérbios 14.11. O que reforça a idéia de que naquele tempo se estudava a Bíblia de forma parecida a de hoje em dia.

Pedro também usou trechos de provérbios em sua primeira carta, leia com atenção: “Como dizem as Escrituras Sagradas: “Se é difícil os bons serem salvos, o que será daqueles pecadores que não querem saber de Deus?”(1º Pe. 4.18 NTLH) Compare com Provérbios 11.31.

O apóstolo Paulo citou em Romanos 12.20 que devemos tratar bem nossos inimigos, pois assim: “Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça”. Compare com Provérbios 25.21-22.

Outras comparações:
Mt 23.6-7, Lc 20.46-47 – Pv 25.6-7;
Lc 12.15-20 – Pv 27.1;
Mt 7.24-27 – Pv 14.11;
Jo 3.13 – Pv 30.4;
1Pe 2.17 – Pv 24.1;
1Pe 3.13 – Pv 16.17;
1Pe 4.8 – Pv 10.12;
1Pe 4.18 – Pv 11.31;
2Pe 2.22 – Pv 26.11;
Rm 12.20 – Pv 25.21-22;
1Co 1.24 – Pv 8

Conclusão
O livro Provérbios é um estudo sobre a disciplina paternal de Deus, como filhos, estamos sujeitos a errar e por isso temos sempre as palavras do Pai para ensinar, aconselhar e quando necessário corrigir, pois sabemos que Deus corrige a quem ama! “Estudando provérbios, seremos amorosamente disciplinados e orientados no bem viver, por nosso Pai Celestial.”3

Bibliografia:
1 – http://www.priberam.pt/
2 – Manual Prático de Teologia - Eduardo Joiner - editora Central Gospel – 2009
3 – Revista “Um guia para viver bem” – editora Cristã Evangélica – cap.1
4 – Comentário Bíblico Wiersbe – Página 406 – Warren W. Wiersbe – editora Central Gospel – 2009

Versões da Bíblia utilizadas
NTLH- Nova Tradução da Linguagem de Hoje
ARA - Almeida Revista e Atualizada

Texto: Devair S. Eduardo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ratings and Recommendations by outbrain