sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

O cristianismo do século XXI

Olá, boa noite ou bom dia, sei lá. Estive pensando sobre nossos dias a respeito da nossa religião, a cristã, e notei uma coisa estranha no nosso meio. Você reparou também que nos últimos dias, anos e séculos temos preocupado cada vez mais com as coisas deste mundo, desta vida? E principalmente com as minhas coisas deste mundo e desta vida ou, a minha vida neste e exclusivamente nessa Terra?

A tempos não ouvimos, como antigamente as expressões "precisamos observar isso, Jesus pode voltar hoje" ou "você precisa fazer assim para ir morar no céu", aliás, a tempos eu não ouço a palavra céu. A palavra "vida" sim, sempre acompanhado da palavra "boa". É o que nossa geração quer e procura, uma vida boa nessa vida, independente de como será a nossa vida no futuro. Comentários como o de Paulo do tipo "Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus" (Romanos 12:1,2) não fazem o menor sentido para nós nos dias de hoje.
Por isso enchemos as igrejas, por isso buscamos o melhor pastor ou o pastor mais abençoado, para que possamos cada dia mais ser felizes nesta terra, nessa vida e o céu? Eu sei lá o que é o céu, nem me lembro mais das descrições bíblicas a respeito do céu. As pessoas do nosso tempo não se preocupam com estas coisas mais. Até as palavras do nosso querido Jesus foram esquecida, quem se lembra da parábola do rico insensato? Quase ninguém... E as palavras de Jesus a aqueles querem muito ter coisas neste mundo? Aqueles que se preocupam mais com as coisas desta Terra? Dizer algo sobre a expressão "pegue a sua cruz e siga-me" então nem pensar, as pessoas já torcem o rosto na hora.

Portanto, temos um evangelho adaptado ao nosso século, que não conhece ou obedece os ensinos dele mesmo! Nem conhece o que ele mesmo ensina. Temos um sério problema pela frente caso continuemos por este caminho.

Ass.: Devair da Silva Eduardo

Ratings and Recommendations by outbrain