domingo, 22 de dezembro de 2013

Resiliência em meio ao Caos

Em minha infância passei por diversos problemas que terminaram levando tudo que minha pequena família possuía. Recomeçamos do nada pelo menos três vezes durante todo tempo em que vivi com minha mãe e uma de minhas irmãs.

Lembro-me como se estivesse vivenciando hoje a altura do rio doce dentro da minha casa, naquela noite perdemos praticamente tudo dentro de casa, móveis antigos e novos, perdemos a coragem e aquilo que estávamos começando a conquistar, mas lembro-me de nunca termos perdido a esperança, porque esta é a última coisa que podemos perder antes de chegar ao desespero, à entrega que nos leva às loucuras da vida.

Perdemos coisas em vendavais e até em brigas. Assim que me mudei para Cariacica no Espírito Santo, minha mãe ficou doente, extremamente doente e quase a perdemos, perda que seria a maior em nossa vida, pois ela sempre cuidou de nós como se fosse dela mesma. Sobrevivemos a este impacto e demos a volta por cima e algum tempo depois, em outra casa uma enorme chuva de granizo arrancou boa parte de nosso telhado, novamente estragando muitas coisas que tínhamos dentro de casa. A vida tem sido assim, perdemos coisas, muitas coisas, mas estamos sempre unidos. Sempre aprendemos algo quando perdemos coisas, creio que o maior aprendizado tem sido que, quando perdemos coisas começamos a valorizar pessoas…

Sempre confiamos em Deus. Mesmo nos piores momentos estávamos orando pedindo ao Senhor misericórdia para que passássemos pelas provações com paciência e amor e apesar de muitas brigas e vários momentos estressantes, cá estamos, novamente no topo, que admitimos, pode a qualquer momento desabar.
Uma coisa que deve ser levada como fato é que todos passarão por problemas, grandes problemas. Vivemos num mundo problemático onde aquilo que sofremos pode ser encarado como um fruto de como tratamos o meio em que vivemos, mas de fato, todos terão problemas, mesmo aqueles que hoje estão vencendo passarão por problemas, simplesmente por viver neste mundo.

Ser pressionado e se recompor, coisa que uma bola de futebol faz com muita facilidade, até mesmo um sereno lago volta ao normal após um ganso chacoalhar suas águas num pouso de descanso, isto é resiliência. A capacidade de algo voltar ao normal depois de ser submetido a uma forte pressão. O principio básico da resiliência nasce dentro de todo ser humano, porém alguns irão desenvolver mais do que outros dependendo de como sua vida continua. Isto explica bem o comportamento diferente de pessoas envolvidas no mesmo problema, uns aceitam e continuam suas vidas enquanto outros param no tempo abalado por tamanho estrago. Ser resiliente para o psicanalista Aldo Melillo é “a capacidade dos seres humanos de superar os efeitos de uma adversidade à qual estão submetidos e, inclusive, de sair fortalecidos da situação”. (Mellillo, Aldo. Realidad social, psicoanálisis y resiliência. 2004, p.63)

O grande desafio, passar por problemas e ainda aprender com eles, ou como sempre digo, ouvir aquilo que Deus está dizendo no meio da tempestade. Ele sempre diz alguma coisa. Muitas vezes ele nos chama atenção, outra ele nos mostra um caminho e para alguns ele mostra os resultados, sim a justiça de Deus pode ser manifesta através de problemas sociais e geográficos ao mesmo tempo em que para outros ela representa esperança. Para a família de um político corrupto começa um grande problema quando ele é preso enquanto para outros fica a esperança de um novo amanhã.

Há muitas oportunidades de se praticar a Resiliência ou de incentivá-la. Há muitos grupos que trabalham nesse sentido e podemos ajudar aceitando o próximo com seu problema ajudando-o a resolver e crescer dentro dele. Ter bom humor é um fator imprescindível para quem passa por problemas. O humor não apenas faz relaxar, mas nos faz enxergar o problema de um grau diferente, podendo assim pensar melhor na solução ou na aceitação, afinal sorrir faz bem pra saúde mental de todo ser humano e podemos incentivar isso a qualquer pessoa que passa por problemas, mas o fator decisivo para pessoas que sofrem é o porto seguro de ter fé em algo superior, a fé é o milagre que Deus plantou nas pessoas para que elas não fiquem sozinhas mesmo quando ninguém está por perto.

Há alguns anos pude experimentar mais uma vez a Resiliência que por tantos anos guardei dentro de mim, eu e minha esposa sonhávamos com um filho, ela sempre quis uma menina e Deus nos concedeu uma pequena garotinha que chamávamos de Gabriele, sonhávamos com ela e vivíamos para que isso acontecesse, até que no quinto mês de gestação, quando já tínhamos tudo programado, minha esposa passa mal e quarenta minutos depois recebemos a notícia que nossa pequenina estava viva, mas em breve morreria por aborto espontâneo, haviam enfiado uma faca em meu coração de forma que meu mundo caiu e as coisas não faziam mais sentido… nunca havia chorado por perder coisas, mas quando perdemos nossa Gabriele eu chorei dentro do hospital até que Deus me ensinasse o que ele tinha pra mim no meio daquela enorme tempestade e em seguida me vi na responsabilidade de fazer brotar o mesmo sentimento no coração da minha esposa, pessoa mais afetada dentro deste problema. Eu diria que nunca tive que me recuperar tão rápido de um caos tão grande quanto naquela madrugada , mas confiando em Deus eu consegui e naquela manhã já estava recuperado e dando o suporte que minha esposa tanto precisava, isso fez com que nosso amor um ao outro crescesse imensamente.

Jó foi uma das pessoas que mais precisou deste efeito em sua vida, alguém que tinha tudo e que nunca perdera nada, um belo dia Deus permite que o diabo tome tudo que ele possuía deixando-o apenas vivo e quando isso aconteceu por pouco ele não amaldiçoou seu próprio Deus e dentre os diversos conselhos dados por seus amigos, taxados por muitos de tolos, eu diria que o maior conselho para quem passa por crises seria este:

No entanto, o homem nasce para as dificuldades tão certamente como as fagulhas voam para cima. Mas, se fosse comigo, eu apelaria para Deus; apresentaria a ele a minha causa. Ele realiza maravilhas insondáveis, milagres que não se pode contar.” (Jó 5.7-9 NVI).

Passar por grandes tempestades na vida é sim uma coisa normal para o ser humano, passar por ela sozinho é uma opção. Muitas vezes o mesmo Deus que permite tempestades nos aguarda para nos tirar delas, às vezes para no provar, outras para que possamos o enxergar e amadurecer na fé e ainda outras duras realidades de uma vida regada pelo pecado levando à morte.

Entregar os problemas nas mãos de Deus confiando que ele tem poder para transformar a tristeza da perda em esperança e experiência faz com que passemos por problemas aprendendo o que eles têm a nos ensinar, portanto, não desista! Tudo que acontece hoje tem algo a nos ensinar para o amanhã, podemos nos tornar mais fortes ou mais fracos, só depende do ângulo que se enxerga o problema.

Você já ouviu o que Deus está lhe dizendo em meio à tempestade? Ouça Deus e atenda à sua voz.


Minhas sinceras solidariedades àqueles que sofrem com as chuvas em todo Brasil, estou orando também para aqueles que eu não pude chegar pessoalmente. Deus abençoe aqueles que nele confiam.

Devair da Silva Eduardo

Ratings and Recommendations by outbrain