terça-feira, 16 de julho de 2013

Nos braços do Pai!

Naquela noite havia subido o monte para orar, não havia muitos motivos lógicos para isso, estava ali apenas pela fé. Claro, orar pela família, pelo emprego, pelas pessoas que Ele colocou ao meu redor e pelo curso de teologia que iria iniciar no próximo mês, coisas que na prática não preocupam muito, mas queria lhe entregar o máximo da direção de tudo que estava acontecendo e que iria começar por isso estava lá, no topo do monte para falar com Deus.

Se existe algo que nunca tive dúvida, antes mesmo de iniciar o texto “A quarta camada” é que Deus nos acompanha durante todo percurso de nossas vidas, o senso de estar próximo, de poder nos influenciar e muitas vezes tomar completamente a direção sempre foi no mínimo comum para minha família e é isto que tenho passado durante aquele texto, naquela noite eu não estava sozinho, como nunca estive.

Naquela noite enquanto estive de joelhos numa pedra pude notar que alguém estava em minha frente e não tenho dúvida de que era a presença de Deus. Estava observando e num piscar de olhos estava novamente invisível para mim, esta realidade, uma realidade muito mais completa do que a que vivemos nos faz continuar. Mesmo com muitos problemas a presença de Deus nos completa e nos coloca para cima para assim realizarmos aquilo que Ele mesmo escolheu para nós. Assim como aconteceu com Davi:


Porque a seus anjos ele dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos os seus caminhos; com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra”. (Salmo 91.10.11)

Deus continua nos observando, nos guardando e dá ordens aos seus anjos para que protejam aqueles que o amam, nos oriente e se for preciso, nos segure. Não tenho dúvida de que este texto pode ser contextualizado da mesma forma como foi escrito porque ele tanto faz sentido como pode ser percebido, é notável, basta observar pelos olhos da fé!

Então quando vier outras influencias tentar te atrapalhar com medo ou ódio, mostre para ele em quem você confia. Somente Cristo é nosso refúgio, nosso castelo forte! Nosso libertador, e onde há esta liberdade, onde Cristo está o mal não pode, ele não consegue te atingir!

Mil poderão cair ao seu lado, dez mil à sua direita, mas nada o atingirá.” (salmo 91.7)


Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá; O Senhor cuida da vida dos íntegros, e a herança deles permanecerá para sempre”. (Salmo 37.5;18)

Devair da Silva Eduardo

Ratings and Recommendations by outbrain