sexta-feira, 2 de novembro de 2012

A Sétima trombeta


Quando o Cordeiro quebrou o sétimo selo, houve silêncio no céu por mais ou menos meia hora.(Ap. 8.1 NTLH).

Está é uma mensagem a respeito do grande poder do Deus verdadeiro, aquele que revelou a João as coisas que irão acontecer antes do fim. Na certa merecia uma explicação profundamente teológica que na verdade não existe ao certo, isso porque os teólogos ainda não conseguem obter uma resposta final, porém o que este texto revela é muito mais do que fatos teológicos sobre o fim do mundo, ele mostra o quanto Deus é poderoso, fiel ao que diz e justo. A pergunta é “o que deixou todos no céu em silêncio?”.

Para entendermos vamos rever quem estava no momento da abertura do sétimo selo. Estavam: Deus, Jesus representado pelo cordeiro, vinte e quatro anciãos, quatro anjos poderosos e uma quantidade incontável de fiéis que passaram pela grande tribulação. Todos eles ficaram em silêncio quando Jesus quebrou o sétimo selo.

Pergunto-me se eles ficaram assim antes ou após saberem o que estava escrito naquele pergaminho. A terra e os moradores haviam passado por seis terríveis julgamentos.


O escritor Warren W. Wiersbe em seu livro Comentário Bíblico comenta que “essa é a calmaria que antecede a tempestade. Apocalipse 7.10-12 apresenta uma grande expressão de louvor das hostes celestiais; aqui, há um silêncio pesado no céu quando o julgamento está para ser liberado.”.  O anjos que louvavam a Deus agora se calaram, os anciãos que o adoravam de joelhos agora estavam todos quietos, talvez boquiabertos e a grande multidão não conseguia fazer som algum, o que estava ruim para a terra parecia piorar com aquele silêncio.

A última carta aberta por Jesus na revelação havia trago terríveis consequências para os moradores da terra, após abrir tal carta “houve um violento terremoto, o sol se tornou negro como uma roupa de luto, e a lua ficou toda vermelha como sangue. As estrelas caíram do céu sobre a terra, como figos verdes caem da figueira sacudida por um vento forte. O céu desapareceu como um rolo de papel que se enrola de novo, e todos os montes e ilhas foram tirados dos seus lugares. Então os reis do mundo inteiro, os governadores e as outras pessoas, escravas ou livres se esconderam nas cavernas e debaixo das rochas das montanhas. E gritavam para os montes e as rochas: Caiam sobre nós e nos escondam dos olhos daquele que está assentado no trono e nos protejam da ira do cordeiro! Pois já chegou o grande dia da ira deles, e quem poderá aguentá-la?” (Ap. 6.12-17 NTLH).

Após estes acontecimentos você poderia pensar que seria o fim, mas a justiça de Deus iria além daquilo que nós pensamos, Deus tem um plano e nunca mudará aquilo que pensou na eternidade, isso o faz o que ele é, Deus.

Pense agora neste poder. Deus é poderoso acima daquilo que pensamos, ele é justo acima daquilo que somos e sua ira também vai além daquilo que poderíamos imaginar, mas mesmo assim ele é justo! Não se engane, todos os participantes destes capítulos foram avisados de antemão sobre tais acontecimentos, excluindo assim que Deus seria injusto, todos tiveram uma oportunidade de estar cantando junto com a imensa multidão salva pelo cordeiro, mas nem todos quiseram ser salvos e a justiça de Deus os consomem.
A abertura do sétimo selo não revela o fim, apenas revela que tudo irá ficar mais difícil do que já estava e que a justiça de Deus se cumprirá por completa. A terra é abalada junto com seus moradores, mas isso não será o fim, após a abertura dos sete selos iniciam-se as sete trombetas revelando a verdadeira justiça de Deus sobre aqueles que o negaram.

Consegue imaginar agora porque o silencio no céu? O poder de Deus é tão imenso que surpreendeu aqueles que estavam com Deus. E você, onde se vê nesta passagem? Na terra com o restante da humanidade? Aqueles que não aceitaram o cordeiro e ajudaram a matar seus escolhidos ou com aqueles que sofreram na terra acreditando que a vida é pra ser vivida na eternidade? É hora de repensar sobre a vida na terra e almejar uma eternidade com aquele que nos criou. Os sinais daquele dia já começaram e cada dia que passamos aqui na terra estamos mais próximos do fim.

Depois daqueles dias de sofrimento, o sol ficará escuro, e a lua não brilhará mais. As estrelas cairão do céu, e os poderes do espaço serão abalados. Então o sinal do filho do Homem aparecerá no céu. Todos os povos da terra chorarão e verão o filho do Homem descendo nas nuvens, com poder e grande glória. A grande trombeta tocará, e ele mandará os seus anjos para os quatro cantos da terra. E os anjos reunirão os escolhidos de Deus de um lado do mundo até o outro.” (Jesus, Mt. 24.29-31)

Ratings and Recommendations by outbrain