segunda-feira, 23 de julho de 2012

Imitadores de Deus!


Quantas pessoas você conhece? Quantas destas são evangélicas? Quantas destas você tem certeza que seguem uma doutrina ou uma mandamento?

Difícil responder as perguntas. Concordo. Está cada vez mais difícil decidir quem é e quem não é cristão. Digo cristão e não crente ou evangélico! O mundo está cheio de pessoas que creem em alguma coisa relacionada a Deus, abarrotado de evangélicos. Mas já pensou em quantas destas pessoas são cristãs? Seguidoras fiéis das palavras de Jesus? E você? Segue a Jesus ou apenas crê?

Paulo escreveu a pessoas que aparentemente eram cristãs, mas não queriam carregar as marcas de Cristo. Pessoas que provavelmente julgavam como se fosse Deus, mas não amavam como ele. Escrevendo a Igreja de Éfeso ele ordena:


"Vocês são filhos queridos de Deus e por isso devem ser como ele. Que a vida de vocês seja dominada pelo amor, assim como Cristo nos amou e deu a sua vida por nós, como uma oferta de perfume agradável e como um sacrifício que agrada a Deus!" (Ef. 5.1,2).

Já notou como o filho puxa as características do pai ou da mãe? Quem está sempre presente sempre é influenciado de alguma forma pelos pais. Conheço casais que parecem irmãos! Isto porque os dois são tão unidos, que parecem um. A mesma coisa acontece com nossa vida espiritual, parecemos com nosso pai, seja ele o Criador do universo ou o pai deste século, satanás. Nós sempre vamos ser parecidos com nosso pai. E isto afeta diretamente nossa vida secular, não apenas nossa vida espiritual.

Quando Jesus se referiu aos mentirosos ele se referiu aos filhos do pai da mentira, quando se referiu àqueles que se arrependeram ele usou o termo filhos de Deus! Portanto você também se comporta de acordo com o pai que segue.

Acha forte demais para ler? Vou te mostrar dentro da bíblia algumas características dos filhos de Deus, no mesmo texto que você leu no início da postagem, apenas avance alguns versículos!

"Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversa entre vocês. Não usem palavras indecentes, nem digam coisas tolas ou sujas, pois isso não convém a vocês. Pelo contrário, digam palavras de gratidão a Deus. Fiquem certos disto: jamais receberá uma parte no Reino de Cristo e de Deus qualquer pessoa que seja imoral, indecente ou cobiçosa (pois a cobiça é um tipo de idolatria)." (Ef. 5.2-6).

A palavra chave do verdadeiro cristão é “AMOR”, assim como é para o Pai. Seguido de uma fuga incessante do pecado, seja participando dele ou até mesmo falando sobre ele. A língua do cristão não pode de maneira nenhuma servir a dois pais, ou serve a um e aborrece a outro ou se esquece de um e serve a outro. Conversas tolas, sem sentido moral não fazem parte de um verdadeiro cristão, pelo contrário, suas palavras são como as do Salvador! São mansas e ensinam, sem julgar, pois nem mesmo Jesus julgou quando entre aquele povo. Ele não cobiça coisas altas demais, antes sente prazer naquilo que o seu Pai colocou em suas mãos, conhece alguém assim? Então ele se parece muito com Jesus.

Num mundo tomado pelo pecado é sim, muito difícil encontrar um cristão, mas eles existem sim! Estão por aí, sozinhos. São julgados, humilhados, mas não pensam em se levantar contra seus inimigos, pois sabem que todos eles já foram vencidos naquela cruz! Por outro lado temos inúmeros evangélicos. Eles estão por toda parte. Ganham milhões para cantar e tocar uma verdade que não faz parte da sua vida. Estão sempre em algum cargo importante, agem como se fossem verdadeiros santos, mas não são cristãos.

Ser evangélico e não carregar as marcas de Cristo é apenas fazer parte de uma igreja. Ser cristão é fazer parte de um povo que se entregou por amor àquele que se entregou por você! É amar, amar e quando for difícil de amar, perdoar e recomeçar a amar, não somente aqueles que nos amam, mas principalmente aqueles que nos odeiam.
E quanto a sua vida, o que você tem sido? Evangélico ou cristão?

Devair da Silva Eduardo

Ratings and Recommendations by outbrain